Obrigações Fiscais 2021 das Igrejas, Centros Religiosos, Ong e Associações

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Agenda tributária das entidades sem fins lucrativos das igrejas e Centros Religiosos tais obrigações são exigidas  anualmente, ou conforme o caso mensalmente como a DCTF.

O não cumprimento de tais obrigações a entidade sofrerá sanções, além de multas, como também a Receita Federal desabilita o CNPJ e passa a ficar como CNPJ inapto por omissões de declarações, após isso, a própria Receita Federal com base no art. 48 da Instrução Normativa RFB nº 1.634/2016, da RFB nº 1.634/2016. Dará baixa no CNPJ por omissão contumaz, ou seja, o CNPJ da entidade é baixado e inativado. Continue lendo

Receita Federal prorroga pagamento de tributos até 20/07/2020 devido a Covid-19

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Devido a covid-19 a Receita Federal prorrogou pagamento dos tributos apurados no Simples Nacional do faturamento dos meses: Março, Abril e Maio de 2020. O fundamento legal está na Resolução CGSN 154/2020.

O PGDAS-D está sendo adaptado para a geração dos DAS com vencimentos distintos. No momento, a opção Gerar DAS emite uma única guia por PA, incluindo TODOS os tributos, para pagamento até o vencimento prorrogado por 3 meses. Mas o sistema passará a emitir DAS avulso, no portal do Simples Nacional.

Vale ressaltar que aqueles que deixarem para pagar em 20/07/2020, irá pagar o valor referente a três (três) meses, além do mês de Junho que também vence em 20/07/2020.

Alves Contabilidade você bem informado!

Fones: (11) 3229-9277    Cel Whatsapp 11 -9.9608-3728

Dúvidas enviar E-mail: alvescontabilidade@uol.com.br

Obrigações Fiscais 2020 das Igrejas, Associações, Ong e Centros Religiosos

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Agenda tributária das entidades sem fins lucrativos das igrejas, associações, Ong e Centros Religiosos. A seguir obrigações acessórias são exigidas pelo fisco das entidades sem fins lucrativos do ano de 2020. O não cumprimento de tais obrigações a Receita Federal desabilita o CNPJ e passa a fica como CNPJ inapto por omissões de declarações, após isso, a própria Receita com base no art. 48 da Instrução Normativa RFB nº 1.634/2016, da RFB nº 1.634/2016. Continue lendo