Obrigações Fiscais 2021 das Igrejas, Centros Religiosos, Ong e Associações

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Agenda tributária das entidades sem fins lucrativos das igrejas e Centros Religiosos tais obrigações são exigidas  anualmente, ou conforme o caso mensalmente como a DCTF.

O não cumprimento de tais obrigações a entidade sofrerá sanções, além de multas, como também a Receita Federal desabilita o CNPJ e passa a ficar como CNPJ inapto por omissões de declarações, após isso, a própria Receita Federal com base no art. 48 da Instrução Normativa RFB nº 1.634/2016, da RFB nº 1.634/2016. Dará baixa no CNPJ por omissão contumaz, ou seja, o CNPJ da entidade é baixado e inativado. Continue lendo

Alves Contabilidade é referência no atendimento às Igrejas

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Na hora de contratar um escritório para igreja, ou centro religioso com certeza o cliente vai querer o melhor no mercado, ter uma marca e uma referência requer tempo e dedicação, e isso a Alves Contabilidade conquistou durante mais de vinte anos atendendo as Igrejas, Centros religiosos, ONG e Associações. É assim que o escritório se define como “TOP” isso mesmo top em qualidade pelos excelentes serviços prestados.

Continue lendo

Contador especializado em Organizações Religiosas

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

A procura por contador especializado em organizações religiosas têm se aumentado, pois este profissional é capacitado e detém o conhecimento para prestar uma assessoria completa. Pastores e demais pessoas têm optado por um contador especializado no atendimento a igrejas, associações e ONGs e terceiro setor em geral.

Continue lendo

Contador para igrejas: Centros religiosos são obrigados a cumprir a legislação contábil e fiscal?

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Uma pergunta que ouvimos no dia a dia é se Igrejas e centros religiosos são obrigados a cumprir a legislação contábil e fiscal. E atualmente quando pesquisamos na internet deparamos com informações desencontradas, mas existe profissionais capacitados e especializados neste seguimento de entidades sem fins lucrativos, o conhecido terceiro setor. Abordarei aqui as igrejas e centros religiosos em geral.

Contador para igreja, ou contabilidade para igrejas e centros religiosos, a legislação fiscal e contábil exige-se que as igrejas são obrigadas a cumprirem as obrigações acessórias e também manter em ordem a contabilidade com base nas normas brasileiras de contabilidade NBC. Continue lendo

Clientes preferem contratar um contador especializado

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Quando o cliente decide colocar seu projeto em prática, a primeira coisa que faz é pesquisar um escritório que atende o ramo de sua atividade, e com as entidades sem fins lucrativos não é diferente, nos últimos anos os clientes preferem contratar um contador especializado no assunto, ou seja, que trabalha e atende aquela área específica. Continue lendo

Minha igreja na Alves Contabilidade

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Minha igreja na Alves Contabilidade, a Alves Contabilidade é um escritório especializado no atendimento as Igrejas, Associações, Ongs, Centros Religiosos e Oscip. Há mais de 20 anos com eficiência e credibilidade, é uma referência em entidades sem fins lucrativos. O escritório foi homenageado com o prêmio TOP DE QUALIDADE a nível Brasil, ou seja, além de São Paulo e interior, o escritório atende também outros Estados. Continue lendo

Obrigações Fiscais 2020 das Igrejas, Associações, Ong e Centros Religiosos

Alves Contabilidade assessoria para Igrejas e Centros Religiosos

Agenda tributária das entidades sem fins lucrativos das igrejas, associações, Ong e Centros Religiosos. A seguir obrigações acessórias são exigidas pelo fisco das entidades sem fins lucrativos do ano de 2020. O não cumprimento de tais obrigações a Receita Federal desabilita o CNPJ e passa a fica como CNPJ inapto por omissões de declarações, após isso, a própria Receita com base no art. 48 da Instrução Normativa RFB nº 1.634/2016, da RFB nº 1.634/2016. Continue lendo